sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Monet

Pintura: No jardim de Giverny


Monet viveu 86 anos e pintou durante quase 71 anos... e pintou uma enorme quantidade de grandes quadros, tão lindos, de tanta beleza que talvez a luminosidade e a cor escondam toda sua arte, ou melhor, mostrem mais o belo do que o que ele inovou em matéria de Arte.
Ele comprou um jardim encantado quando comprou sua casa em Giverny (1883). Vou deixar que ele mesmo nos conte sobre seu deslumbramento. Tendo um poeta para falar, e poeta que sabe usar a pena e o pincel, não tenho mais nada a fazer aqui. Passo a palavra a Claude Monet:
Estou em estado de arrebatamento. Giverny é um lugar esplêndido para mim.
Está tão lindo aqui no campo, escrevo para dizer a você que venha logo, o jardim está muito belo neste momento: vale a viagem e dentro de 15 dias, no máximo, tudo será passado.
Montei meu cavalete diante dessa massa de água que torna meu jardim mais agradável no verão: não tem mais do que 200 metros de largura e, no entanto, sua imagem despertou em mim a idéia do infinito.
Nem a luz e nem a sombra são o objeto de minha pintura, mas a pintura que existe na sombra e na luz.
De repente percebi quão mágico é meu lago. Peguei minha paleta. Desse dia em diante, quase não tive outro modelo.
Minha sensibilidade, longe de diminuir, foi acentuada pela idade, que não me mete medo enquanto houver plena comunicação com o mundo exterior para alimentar minha curiosidade, e enquanto minha mão permanecer ágil e fiel intérprete de minha percepção.
Está tão claro, o rosa e o azul tão puros, que o menor toque no lugar errado suja a tela.
Eu quero pintar o ar que envolve a ponte, a casa e o barco. A beleza do ar no qual eles estão, e isso é simplesmente impossível.
Não, eu não sou um grande pintor, um grande poeta. Somente sei que faço o que posso para exprimir o que sinto diante da natureza.
Meu coração está em Giverny, sempre e sempre.


Imagem maior –   A primavera em Giverny - Coleção privada
Imagem menor – Les nymphéas (detalhe) – Musée Marmottan

www.fondation-monet.fr/fr/
 Blog do Noblat
Enviado por Maria Helena Rubinato Rodrigues de Sousa -

Nenhum comentário:

Postar um comentário